Cinema – Lembranças de um Amor Eterno

Ontem assisti Lembranças de um Amor Eterno e a primeira coisa que gostaria de falar é: quem é o cristão que faz as traduções dos títulos? Por que ele se acha no direito de criar um novo nome ao filme? E em grande maioria um quase spoiler! O nome original do filme é La Corrispondenza, em tradução literal – A correspondência. É dirigido e roteirizado por Giuseppe Tornatore, de Cinema Paradiso e a trilha sonora fica por conta do magnânimo, salve, salve Ennio Morricone.

Confesso que saí do cinema sem saber se gostei. É aquele tipo de filme que lhe causa diversas sensações, nem todas agradáveis e você fica digerindo após sair da sala. Sem dúvida, é um roteiro genial, muito bem formulado, que vai lhe deixando angustiado por toda a sessão. É aquela mesma sensação de estranheza que sentimos ao assistir um filme do Stanley Kubrick.

Não espere um romance água com açúcar, ele não é nada leve. Esse é um romance doentio e os atores Jemery Irons e Olga Kuryleko estão extremamente convincentes na atuação. Ele é completamente fora do perfil blockbuster, o que é um plus, pra quem quer assistir algo fora do tradicional “feijão com arroz” cinematográfico.

Após “digerir”o assistido e analisar pontos tão interessantes, só consegui concluir que algo que faz pensar e sentir tantas coisas, só pode ser um filme bom. Ele foi pra lista de aprovados!

Já assistiu? Comente aí!
Beijos

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s